Uma amiga de infância

Santa Teresinha do Menino Jesus

O que há de comum entre Teresa do Menino Jesus, e o Frei Maria Eugênio?  Teresinha era uma jovem de classe média que entrou no Carmelo de Lisieux aos 15 anos e morreu aos 24 anos neste mesmo Carmelo depois de ter vivido uma vida bem simples. Quanto ao Frei Maria Eugênio do Menino Jesus, ele veio de uma modesta família do interior, exerceu importantes responsabilidades na Ordem do Carmelo, foi levado à percorrer os continentes e é o fundador do Instituto Nossa Senhora da Vida. Qual intuição espiritual levará o Frei Maria Eugênio do Menino Jesus à incluir Teresinha “em meio aos grandes mestres espirituais da Igreja” ? Por quê Madre Agnès, (a irmã de Teresinha) pôde dizer sobre ele: “Eu nunca vi uma alma tão parecida com a minha irmã” ?

Henri Grialou, conheceu Teresinha do Menino Jesus desde sua infância no seminário menor. Ele lê La Rose Effeuillée, “um livrinho de nada” segundo ele, e o guardará sempre consigo, mesmo quando ele parte para a guerra (1914-1918). “Nenhum livro me impressionou tanto como este. Eu não encontro palavras para exprimir. É admirável!” Durante os combates, Henri experimenta a poderosa proteção da sua “amiga de infância” como ele a chamava.

Contudo, mais do que milagres exteriores, são as maravilhas que Teresinha opera nas almas que impressionam o jovem padre. Quando Teresinha foi beatificada no dia 29 de abril de 1923, ele dirá:”Tenho a impressão de que este é um dos dias mais bonitos da minha vida. Talvez eu tenha rezado pela glorificação de Teresinha mais do que por qualquer outra intenção. Eu acho  que ela ainda vai espalhar torrentes de amor divino sobre o mundo”.